Produto » Pigmentos para Concreto

 

Os Pigmentos são inorgânicos e utilizados para fabricar e colorir pisos, argamassas, blocos, telhas, cal, argamassas de rejuntes, concretos, pisos intertravados, pré-fabricados, entre outros. Possui alta resistência à alcalinidade do cimento, às intempéries e á ação da luz U.V., não variando de cor, nem prejudicando qualquer característica que um concreto ou argamassa tenha quando não pigmentado.

 

    A utilização do pigmento em pó se faz na mistura dos materiais secos e por último acrescenta-se água:

a) Agregados + Pigmentos (misturar) 
b) Cimento (misturar) 
c) Água + Aditivos (misturar) 


Obs.: Os pigmentos precisam ser pesados durante a dosagem, não podem ser dosados em volume.

 

    Recomendamos a dosagem de 3% a 8% de pigmento sobre o peso do cimento, a dosagem mais utilizada é a de 5%, ou seja, 2,5 kg de pigmento para cada 50 kg de cimento.

 

     Comumente é recomendada a seguinte dosagem de pigmento:

 

ARGAMASSAS: 
Limites: 1% a 7%, mais comum 2%. 

 

ARTEFATOS DE CONCRETOS:

Limites: 3% a 8%, mais comum 5%.

 

TELHAS DE CONCRETO 
Limites: 2% a 5%, mais comum 3%.

 

CONCRETOS DIVERSOS: 
Maior incidência: de 4% a 5%.

 

Obs.: Para se obter a mesma cor a cada traço é necessário manter os mesmo insumos, nas mesmas quantidades, inclusive a mesma quantidade de água. Qualquer variação nas matérias-primas ou nas quantidades utilizadas poderá acarretar diferença de tonalidade entre os traços.

 

Matéria Abaixo (Fonte: Revista arquitetura e construção)

 

Uma extensa gama de pigmentos pode ser utilizada normalmente para colorir concreto sem afetar as características físicas do material, combinando estética e funcionalidade, que resulta desde a durabilidade dos materiais utilizados à redução de tempo para a conclusão da obra, oferecendo infinitas possibilidades de personalização.

Esta é uma proposta aplicada com sucesso na Europa, testada há mais de 25 anos, demonstrando que os pigmentos de óxido são permanentes no processo de coloração de materiais de construção e começa a ganhar cada vez mais adeptos no Brasil.

Como o pigmento é indissolúvel, ele é resistente a intempéries, como luz solar direta, alterações climáticas, alcalinidade, variações de pH e de temperatura e à lixiviação por água.
Os pigmentos de óxido de ferro geram as cores vermelho, amarelo, preto e marrom;
Os pigmentos de óxido de cromo produzem a cor verde, enquanto que do óxido de cobalto se produz a cor azul.
A cor branca é criada pelo uso de cimento branco e pode ser realçada com o dióxido de titânio.

Em resumo, há possibilidades infinitas de aplicação para os pigmentos, desde pequenas obras até o desenvolvimento de pisos industriais e comerciais, como em lojas, super mercados e galpões.
A solução é indicada para concreto em geral, obtenção de pisos industriais, pisos estampados, painéis de fechamento pré-fabricados e soluções de fachadas.  

(Fonte: Revista arquitetura e construção)

 

img3.jpg2.jpg 1.jpg 4.jpg   Z